Tecnologia do Blogger.

20/02/2011

Tag:

Que vazio é esse?

Volta e meia deparamos com o sentimento de que falta alguma coisa em nossa vida. Essa falta que nos move a lidar com essa sensação de vazio, da necessidade e carência que boa parte experimentamos. Quantas vezes você encontra um sentimento inequívoco de falta de algo que nem conseguimos definir direito o que é. 
Esse gosto de escassez, de insuficiência, de insatisfação é a grande faísca que dá partida às nossas ações, planos e sonhos. Acredite! Se admitimos que essa falta jamais será preenchida com as ilusões do universo material, ou mesmo emocional, vamos abrandar a fome com que nos atiramos às pessoas e às coisas. Dessa maneira é possível nos contentarmos e nos sentirmos gratos com o que já temos, pois atendemos a essa necessidade de outra forma: "Não se trata de suprimir o desejo, mas de transformá-lo: de desejar um pouco menos aquilo que nos falta e um pouco mais aquilo que temos; de desejar um pouco menos o que não depende de nós e um pouco mais aquilo que de fato depende". 
Como crianças que se desinteressam do brinquedo no dia seguinte ao Natal, a posse de bens tão desejados não nos torna nem melhores nem mais felizes do que antes. Nada se modifica e enquanto se espera viver, a vida passa, nenhuma satisfação é duradoura: ao contrário, ela é ponto de partida para novos desejos. Viver entre a esperança de ter ou ser, e o medo de não ter, ou não ser, pode ser tornar uma forma de tortura. O medo é a face complementar da esperança. Temos esperança porque, no fundo, temos medo de não ter nosso desejo satisfeito. Esperamos que ele se realize, mas temos medo de que ele não se realize. 
É possível fazer planos, é claro mas não depender disso para ser feliz. A felicidade está dentro de nós, e não fora, no outro, no futuro ou em outras circunstâncias. 
A falta nos guia em direção a quem está em nossa volta. Porque é justamente entre as pessoas que está aquela que nos vai impulsionar. Seja um amigo (ou um inimigo …), seja o ser amado ou seja em novas escolhas de vida. Somos responsáveis pela escassez que nos aflige. Não nascemos sábios, nos tornamos ao longo da vida, é a sabedoria, portanto que nos ajuda a encontrar o bom caminho para transcender aquilo que nos falta. 
Quer saber a real amigo? Não podemos nos sentir plenos enquanto não tomarmos real a experiência de uma vida ao lado de Cristo, reconsidere, permita-se e seja feliz. 

Texto extraído e adaptado da revista vida simples

About Ingrid Oliveira

Hi, My Name is Hafeez. I am a webdesigner, blogspot developer and UI designer. I am a certified Themeforest top contributor and popular at JavaScript engineers. We have a team of professinal programmers, developers work together and make unique blogger templates.