12/05/2010

confissão


"Sim, fiquei enlevada com você, ainda estou. Ninguém jamais despertou tamanha intensidade de sensação física em mim. Afastei-o, pois não suportaria ser um capricho passageiro. Antes de entregar meu coração, preciso entregar meus pensamentos, minha mente, meus sonhos. E você não queria saber de nada disso."

Nenhum comentário: